Press "Enter" to skip to content

Austrália analisa TikTok por “segurança e dados”

A rede social China TikTok aumentou a sua popularidade nos últimos meses e na Austrália já soma 1,6 milhões de jovens que usam a app, neste sentido, o país analisa a plataforma para possíveis riscos para os seus utilizadores devido a potenciais problemas de interferência estrangeira e privacidade de dados, disseram fontes governamentais à Reuters.

Os gestores da revisão e funcionamento da rede social na Austrália são: Assuntos Internos e Procuradoria-Geral. Fontes informaram à Reuter que o TikTok abriu o seu escritório no país há algumas semanas.

O primeiro-ministro Scott Morrison disse que o seu governo está a “analisar” o TikTok, que também está a ser criticado por “riscos para a segurança nacional”.

O representante disse que farão tudo o que for necessário para garantir a “segurança dos dados” dos cidadãos: “Se considerarmos que é preciso tomar mais ações agora, então posso dizer-vos que não vamos ficar aquém”, disse Morrison à estação de rádio 3AW de Melbourne, na sexta-feira.

Separadamente, a Senadora Jenny McAllister, presidente do inquérito parlamentar sobre interferência estrangeira através das redes sociais, identificou o TikTok propriedade de Bytedance como uma empresa cuja segurança deve ser avaliada.

“Algumas destas abordagens à moderação de conteúdos podem ser inconsistentes com os valores australianos”, disse à rádio ABC.

“Por exemplo, retirar material sobre a Praça Tiananmen ou ter prioridade no material de protesto em Hong Kong”, acrescentou, referindo-se às manifestações estudantis que Pequim viveu em 1989 e às marchas pró-democracia que Hong Kong viveu no ano passado.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *