Press "Enter" to skip to content

ONU: Pobreza extrema ameaça jovens durante pandemia covid-19

Devido à pandemia mundial covid-19, 42 a 66 milhões de crianças podem cair em pobreza extrema, alertou o presidente da Assembleia Geral da ONU, Tijjani Muhammad-Bande.

Através da sua conta oficial no Twiter, o chefe da maior agência das Nações Unidas partilhou nos últimos dias dados como este para chamar a atenção para a necessidade de medidas urgentes e de “melhor reconstrução” após a pandemia, publicou Prensa Latina.

Mais de um em cada cinco jovens no mundo não tem emprego, educação ou formação, três em cada quatro são mulheres, disse Muhammad-Bande também naquela plataforma digital.

No dia 30 de junho, acrescentou, discutir os passos que devem ser dados para responder a isso e outros desafios criados pela pandemia Covid-19.

O encontro de alto nível sobre tendências, opções e estratégias para a erradicação da pobreza no mundo será o primeiro de uma série de colóquios anuais no âmbito da Década de Ação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O presidente da Assembleia Geral pretende lançar uma aliança para erradicar a pobreza e vai convocar um painel de discussão dos líderes mundiais para discutir as abordagens existentes e oferecer novas estratégias e opções na corrida global contra a pobreza.

Assumindo o cargo de chefe da maior agência das Nações Unidas em setembro do ano passado, Muhammad-Bande identificou como prioridades as suas ações de mandato para eliminar a pobreza, alcançar o objetivo de fome zero, educação de qualidade, ação climática e inclusão.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *